Flamengo vence Mogi das Cruzes por 74 a 69, fora de casa

Na tarde do último sábado (08), o Flamengo entrou em quadra para enfrentar o Mogi das Cruzes em partida válida pelo NBB. Fora de casa, O Orgulho da Nação venceu a equipe mogiana por 74 a 69 e manteve sua invencibilidade em jogos como visitante.

Com a vitória sobre o Mogi, o Mais Querido se manteve na liderança isolada do NBB com 18 vitórias em 21 jogos disputados, o que equivale a 85.5% de aproveitamento. Até o momento, a equipe rubro-negra não sofreu nenhuma derrota como visitante.

O jogo

O Flamengo começou a partida com o quinteto titular formado por: Franco Balbi, Jhonatan, Marquinhos, Rafael Mineiro e Léo Demétrio. Já os titulares de Mogi foram: Fúlvio, Siqueira, Fabricio, Paranhos e André Goes.

O primeiro período começou com os donos da casa abrindo uma certa vantagem no placar. Aos poucos e com o comando de Marquinhos, o Fla se encontrou no jogo e fechou o quarto perdendo por dois pontos de diferença. Mogi das Cruzes 24×22 Flamengo.

No segundo quarto o Flamengo encaixou sua defesa e passou a forçar alguns erros da equipe mogiana. Mesmo com a eficiência rubro-negra nos rebotes ofensivos, o Mogi foi para o intervalo vencendo parcialmente o jogo. Mogi das Cruzes 45×42 Flamengo.

Com Mogi desperdiçando alguns ataques e com o Flamengo chutando bem da linha de três pontos, o placar foi se alternando durante o terceiro período, que terminou com os donos da casa novamente na frente. Mogi das Cruzes 60×56 Flamengo.

Apenas no terceiro quarto é que o Orgulho da Nação conseguiu encaminhar sua vitória. Com uma boa atuação, Marquinhos e Mineiro fizeram a diferença no jogo. Com uma cesta de três nos segundos finais, Rafael Mineiro decretou a vitória do Flamengo, que segue sem perder jogando fora de casa. Mogi das Cruzes 69×74 Flamengo.

Os destaques do Flamengo na partida foram: Marquinhos, cestinha rubro-negro com 21 pontos, Rafael Mineiro com 17 e Vargas com 10. O próximo compromisso do Orgulho da Nação é contra o Paulistano, nesta segunda-feira (10), às 20h, em São Paulo, no ginásio Antônio Prado Jr.