Flamengo apoia luta contra a LGBTfobia: “Seu preconceito não é questão de opinião”

Neste domingo (17), é comemorado o dia internacional de combate a LGBTfobia. A data lembra a exclusão do homossexualismo da lista de distúrbios mentais do Código Internacional de Doenças, organizado pela Organização Mundial da Saúde, em 1990. Em apoio à luta de tantas vítimas, o Flamengo, dono da Maior Torcida do Mundo, se posicionou contra o preconceito.

“Respeito e igualdade são deveres! O seu preconceito não é questão de opinião. Estamos juntos nessa luta! #CRF

A sigla LGBT representa lésbicas, gays, bissexuais e transexuais/transgêneros, mas sofreu alterações e o movimento passou a incluir as letras QIA+. O ‘Q’ vem da palavra “queer” e simboliza pessoa que transitam entre os gêneros masculino, feminino ou outros (onde o binarismo não se aplica). O ‘I’ vem de intersexo, pessoas com desenvolvimento sexual corporal que não se enquadram à norma binária. O ‘A’ representa os assexuais, que não sentem atração afetiva ou sexual por pessoas de qualquer outro gênero, e o ‘+’ abriga todas as possibilidades de identidade de gênero ou orientação sexual que existam.

No último dia 08 de maio, uma decisão histórica do Supremo Tribunal Federal derrubou a restrição de doação de sangue por homossexuais no Brasil. Com sete votos a quatro, o plenário do STF seguiu o relator Edson Fachin e considerou a proibição como inconstitucional e discriminatória.

Fonte: Coluna do Flamengo